Fotografia de viagem e as câmeras portáteis

Atualizado: 27 de set. de 2020

Para quem começa a fotografar, é comum ter a impressão de que o bom equipamento é aquele enorme, De fato, são bons equipamentos, mas precisa ter uso justificado. Do contrário, os equipamentos passam a ser supérfluos, penduricalhos desnecessários para quem vai registrar instantes decisivos.


Na verdade, essa ideia de que um bom equipamento deve ser enorme começou com existir com os paparazzis, que precisavam se esconder e manter distanciamento para fotografar. Independente das questões éticas que essa atividade profissional envolve, uma fotografia de paparazzi é bem diferente de uma fotografia de viagem. Não nos escondemos. Não precisamos fotografar de longe. Queremos é fotografar o que nos impressiona, o que nos ajuda a contar as histórias da viagem.


O ideal é usar câmeras portáteis para as viagens. Desde 2017, comecei a fotografar com uma Sony a7, com tecnologia Mirrorless. Leve, compacta, resistente e de qualidade profissional, essa câmera ocupa pouquíssimo espaço na bagagem. Além disso, tenho um conjunto de lentes que me acompanha quando vou viajar. No pacote, levo uma 16mm, para as situações em que preciso de uma angulação maior (isso pode acontecer em espaços fechados, como uma Catedral, um restaurante, o interior de um motorhome ou algo parecido). A segunda lente que levo é uma 55-200mm, também conhecida como teleobjetiva. Essa eu só coloco quando quero fotografar algo que está fisicamente muito distante. Finalmente, carrego uma lente 50mm, a minha favorita. Com excelente luminosidade e discreta, essa lente me permite registrar tudo o que quero, do jeito que eu quero, e com uma ótima qualidade. Pra complementar, um cartão de memória vazio e com boa capacidade de armazenamento é algo que não podemos esquecer.

Equipamentos portáteis artefotografia
Os equipamentos que uso são portáteis e escolhidos de forma justificada. (Bauru, Brasil - Foto: Denis Renó)

Essas são as dicas da semana. Não pense que uma câmera enorme é o equipamento ideal para registrar suas viagens. É preciso comodidade. Câmeras enormes pesam nas mãos, ocupam espaço na mala e, mais do que isso, espanta as pessoas que algumas vezes fazem parte da paisagem, como em uma viagem que fiz a Marrakech, no Marrocos. Boa viagem, com boas fotos.


16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo